top of page
  • Foto do escritorMedMe Care

De outras mesas para a saúde




Já vimos essa história antes...


Profissionais de saúde e pacientes vêm aprimorando esse relacionamento há muitos e muitos anos. Mas isso não é novidade. Todos os segmentos perceberam que o estreitamento dessa relação é muito benéfico para ambos. Seja por necessidade, afinidade, agilidade ou expertise nos negócios, esse mutualismo, fortalecido cada vez mais pela tecnologia, tem ganhado espaço em várias pautas e estratégias mundiais, enfatizando cada vez mais o olhar humano além da mesa de negociações.


A Jornada do Paciente e a do Cliente em outros segmentos


Melhorar a experiência em cada ponto de contato com o cliente, reduzindo procedimentos redundantes, demora, retrabalho e outras necessidades, tem sido o alvo de várias empresas.


Do lado do paciente, a mesma analogia pode ser feita em cada interação com especialistas da saúde. O próprio paciente, muitas vezes pelo cenário em que se encontra, pede agilidade. Nesse contexto, a tecnologia pode auxiliar os profissionais na gestão muito mais aprimorada e eficiente.


Já é possível realizar pré-diagnósticos, auxiliar em prognósticos e até mesmo em tratamentos específicos para que o paciente tenha uma jornada mais proativa. O foco no cliente deu lugar ao foco no paciente, com especificidades cada vez mais customizadas de acordo com a necessidade e linhas de cuidado.


Atualmente, ecossistemas de saúde já conseguem se comunicar e permear informações entre os profissionais e especialidades. Futuramente, isso será tão simples quanto ligar o celular e trocar mensagens no WhatsApp.


O paciente mais participativo


A pandemia para a saúde digital foi tão importante quanto a internet para os negócios. Setores que ainda não estavam preparados iniciaram uma corrida desenfreada em busca de soluções que conseguissem cumprir objetivos de primeira necessidade, e a saúde era uma delas. O paciente precisou se conectar e entender seu cenário (autodiagnóstico) para se posicionar com relação à sua saúde, que, muitas vezes à distância, necessitou passar informações aos profissionais do outro lado do computador ou celular. Portanto, ferramentas eficientes que permitem aos pacientes assumirem papéis mais ativos estão em alta desde então. Além dessas, soluções que levam a um sistema de saúde mais integrado e eficiente têm sido alvo nos quatro cantos do mundo.


Interoperabilidade é a bola da vez


Imagine se todos os dispositivos de saúde pudessem se comunicar? Os avanços atuais já permitem algumas integrações, e cada vez mais a busca de dispositivos que façam isso nativamente está movimentando o mercado.


Utilizados para coletar informações no processo de saúde digital em cada linha de cuidado, se conseguir permear dados entre eles, permite reduzir retrabalhos entre profissionais, além de melhorar muito o custo de efetividade dos procedimentos de telessaúde.


A interoperabilidade é inclusive essa capacidade de diversos sistemas e organizações trabalharem em conjunto de modo a garantir que pessoas e sistemas computacionais interajam para trocar informações de maneira eficaz.


Eficiência, transparência e engajamento... para pacientes e profissionais da saúde


Metodologias relacionadas à inovação traduzem a importância do foco nas dores de clientes. Trabalhar nas dores dos pacientes percorre desde a intervenção primária, a autoavaliação, agendamento, teleatendimento até o pós-tratamento com indicadores clínicos/funcionais, sociais, entre outros, beneficiando tanto pacientes quanto profissionais de saúde.


Em cada processo da jornada, a tecnologia tem influenciado a transparência das ações, uma vez que o paciente, sendo o protagonista de sua saúde e dono das informações, carece de ferramentas que possam trazer facilidade nas operações, com rastreabilidade e eficiência.


Soluções nesse sentido têm sido amplamente utilizadas, inclusive para reduzir custos e potencializar os cuidados de saúde.



Como a Medme tem trazido experiências para a Jornada dos Pacientes


1 - Aprofundamos na linha de cuidado Dor Lombar. Procuramos conhecer qual a maior dor relacionada à incapacidade de pacientes. Segundo pesquisas, a dor lombar é prevalente entre uma grande parte da população e 80% das pessoas poderão ser acometidas ao menos uma vez na vida. Então, a reflexão: "Podemos trazer uma solução que possa auxiliar tantas pessoas com eficiência e resultado?" permeou nossa busca.


A Medme atuou prioritariamente nessa linha de cuidado, aprimorando toda a cadeia de valor, buscando atender as necessidades dos pacientes.


2 - Fisioterapeutas ao seu lado, 24 horas por dia. A tecnologia da Medme é facilitadora. Tem sempre um profissional à disposição do paciente. A comunicação se torna mais eficiente e sem fronteiras, proporcionando um atendimento mais humano e mais específico às necessidades.


3 - Fisioterapia em qualquer momento e lugar do mundo. Além de fisioterapeutas ao lado do paciente, a Medme percebeu que o tempo seria outro ponto importante a considerar.


Espera, falta de horários, deslocamento no trânsito e outros problemas do dia a dia são desafios cada vez mais crescentes na saúde. Com a solução, tanto pacientes quanto profissionais poderão realizar suas atividades de forma assíncrona e independente. A plataforma sincroniza em tempo real as informações sem perder a eficiência.


4 - Tecnologia facilitando o dia a dia. Teleatendimento, triagem, agendamentos, comunicações, prontuários online, inteligência artificial corrigindo movimentos, indicadores de gestão em tempo real são direcionadores para otimizar processos dessa jornada. Pacientes e profissionais têm acesso a informações com apenas um clique.


5 - Multidisciplinaridade a favor do resultado. Cada interação de todos os profissionais é centrada no paciente, observando a mesma linha de cuidado. Este é um conceito único que tem trazido muitos resultados. Imagine, então, apoiados pela tecnologia, com todas as informações necessárias para auxiliar esses profissionais de saúde em diagnósticos, prognósticos e tratamentos mais assertivos?


 

Visionários


A ficha caiu já faz alguns anos. A experiência do paciente não é apenas um tópico. Como a do cliente, precisa ser o que move uma instituição de saúde para o sucesso. Mesmo porque, para alcançá-lo em qualquer negócio, além de fidelizar, é necessário transformá-los em parceiros apaixonados pelas soluções. Nesse sentido, o encantamento é transformado em indicações, novos pacientes que tiveram resultados, novos profissionais que querem utilizar a tecnologia, e o ciclo se reinicia. A busca pela excelência é sempre aprimorada. Coletar feedback é um dos indicadores a serem efetivamente medidos e acompanhados. O futuro da experiência do paciente está escrito como próspero e eficiente, desde que os relacionamentos entre eles sejam muito bem gerenciados na sua jornada em comum.


A Medme pode transformar esse cenário como parceiro ativo nesse processo.




21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page